Quarta-feira
13 de Novembro de 2019 - 
Atendimento 24 horas em todo o estado do Rio de Janeiro

Condenado homem que matou sargento da Polícia Militar em blitz da Lei Seca

O conselho de sentença do Tribunal do Júri de Queimados condenou a 46 de prisão Mateus Anderson Guimarães da Rocha pelo assassinato do sargento da Polícia Militar Anselmo Alves, na Baixada Fluminense, em 2017. Mateus, Luiz Felipe Monteiro e William de Jesus atiraram contra Anselmo e o sargento Leandro de Souza ao tentarem furar um bloqueio montado para operação Lei Seca. Na sentença, o juiz Luís Gustavo Vasques ressaltou que a pena é a soma pelo homicídio de Anselmo, a tentativa de homicídio de Leandro de Souza, que ficou ferido no ataque, e pelos crimes de porte de arma e receptação. De acordo com o magistrado, Mateus, Luiz Felipe e William agiram de forma fria e inconsequente, já que vários tiros foram disparados em rua movimentada. - Portanto, matar um policial militar, principalmente quando no exercício de suas funções, merece a reprimenda maior por parte da Justiça, que não pode deixar incólume a violação à vida dos agentes que são a última retaguarda de proteção da sociedade decente contra criminosos que se dispõem a desordenar a vida em coletividade - destacou. Também réu na ação, Luiz Felipe ainda será julgado. Ele recorreu da sentença de pronúncia, mas o recurso foi rejeitado em segunda instância. William de Jesus morreu no confronto. Processo n°: 0006783-06.2017.8.19.0067 JGP/PC  
17/10/2019 (00:00)

Notícias

Cadastre-se

E acompanhe todas as novidades do nosso Escritório

Contate-nos

Advogado Criminal Rio RJ  2029577
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.